terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Desenhos - Terceira Parte

Ficção Científica sempre foi algo intrigante para mim. Filmes como a série Guerra nas Estrelas ou mesmo Jornada nas Estrelas, sempre me deixaram fascinado de como a mente humana pode criar coisas fantásticas como naves espaciais, viagem pelo hiperespaço, fasers, sabres de luz e seres interplanetários. Legião dos Super-Heróis, era um dos quadrinhos (além do Batman e os Novos Titãs) que eu mais gostava de acompanhar da DC Comics, só que não podia criar algo do tipo grupo de super-heróis juvenis no futuro, então juntei tudo que eu mais gostava em todos os filmes, seriados (Babylon 5 e o próprio Jornadas nas Estrelas - 1ª Geração) e quadrinhos e desenvolvi Galaxya.
Bem a história parte do momento em que Corr Sairyi é convocado a um planeta, onde a deusa foi sequestrada por um dos escravos, e seu objetivo e levá-la de volta, só que Corr Sairyi é um mercenário espacial caçado pelo assassinato do soberano de um planeta que faz parte da Confereção Galaxial. Ele aceita a missão e parte atrás da deusa volusiin Aryannin e do escravo krarrashiin Kotharynn. Mal sabe ele que a Confederação colocou em seu encalço o seu caçador e confederado maesttriano Antares.
Aryannin e Kotharynn aterrisam em um meteoro que orbita uma estral anã, e lá encontram uma habitante, a humanóide Marcelle Menken, que conseguia sobreviver absorvendo energia da estrela.
Corr Sairyi consegue seu objetivo e captura Aryannin e Kotharynn, e de bandeja Marcelle. Leva a todos para Volos VI, mas é traído e não deixa ninguém para trás. Mas quando sai do Sistema Volos, se vê cercado por uma tropa de naves vulcalliis, comandados por Risan Cloniech, mas consegue escapar deles. Sua nave, Steel Eagle I, carinhosamente chamado por ele de SE I, possui vários tipos de campos de energia, mas nenhuma arma letal, além de ser uma nave com I.A. (Inteligência Artificial), o que faz dela a melhor companheira de Corr Sairyi.
Escapando da tropa de Risan, mas não longe de ser capturado, Corr Sairyi segue em busca de dois domynons, Glug e Blub, que são massas encefálicas vivas, e conhecem o segredo sobre Galaxya.
Galaxya é um tecno-planeta vivo, que vaga pelo universo, conhecendo civilizações e galáxias disitntas. Corr Sairyi pretende encontrá-lo, pois seria seu meio de aposentadoria viver dentro do planeta e nunca ser encontrado.
Saindo do bar dos gêmeos, ele se deixa ser capturado por Antares e é levado a julgamento para Thrithan, onde habita a confederação. O Confederado-mor e thirtaniin Stahirr tenta julgá-lo culpado pelo assassinato, mas este é inocentado por Magh Nussy III, filho do soberano de Maghnessy e assassino do próprio pai. Assim sendo, adiam um outro julgamento, enquanto Corr Sairyi descobre a história de Antares, que fora o primeiro terrano a fazer uma viagem ao Sistema Antares, mas fora tragado por uma implosão estelar e jogado desacordado num passado bem distante (ficção científica, gente!), sem um mínimo de memória residual de sua vida e revestido por uma carapaça escarlate, fundida ao se corpo. Além de possuir a capacidade de gerar calor como uma estrela.
Corr Sairyi é julgado culpado e mandado para exílio eterno, por ação de contra as leis da Confederação, mas não era exatamente isso que ele estava planejando. Só que antes de ser pego por SE I, ele é resgatado por Antares, Kotharynn, Aryannin e Marcelle Menken. O Grupo segue então em busca de Galaxya e quando o encontra, enfrenta um grande problema, pois o plantea não quer pessoas habitando dentro dele, assim instala uma bomba super-nova em SE I. Sentindo-se provocado, Corr Sairyi instala outra no coração do planeta, assim sendo os dois entram em acordo de habitação.
O perdão é dado a Corr Sairyi, desde que ele aja a favor da Confederação, e quando esta precisar dele. Mais três membros são incluidos ao grupo: o callynsii Bavan Sheys, o darkyaniin Ortsac Searamiug e a darkhiensii K-Thrynn Swiss. Bavan Sheys é um confederado-cientista e demonstra enorme interesse em conhecer Galaxya por dentro, enquanto Ortsac e K-Trhynn são habitantes de planetas inimigos e mantêm um romance a la Romeu e Julieta.
Antares é considerado líder do grupo, mas mesmo precisando obedecer a Confederação, Corr Sairyi ainda se mantém independente. Em uma de suas saídas em busca do comerciante de armas intergalaxial Domynnóm, ele esbarra é um ovo. Seu conteúdo é desconhecido para ele, mas o leva para dentro de Galaxya, onde o examina.
Corr Sairyi antes era um cientista da NASA e seu nome era Carlos Scandian. Se tornou um soldado após a morte de sua esposa e filha, num acidente espacial entre dois aéromóveis. Elas morreram na hora. Carlos ganhou o codinome de Corsário, pois suas missões eram sempre de busca e apreensão, mesmo a Terra não podendo ter armamentos bélicos ou participar de batalhas interestelares, Carlos era sempre enviado como agente especial, mas quando decidiu não obedecer ordens, foi pego numa emboscada por darkyaniis e quase morreu, sendo salvo por Phaellusiis. Aprendendo tudo que podia sobre o universo, dentro da biblioteca de Phaellans, Carlos decidi ir para Crisyen, onde é adotado como guerreiro do planeta e ganhando o nome de Corr Sairyi (que significa "aquele que se arrisca"). Uma das lembranças que guarda da emboscada é o olho que perdeu e mantém tapado por uma tapa-olho.
Do ovo, surge uma jovem que se parece muito com a filha falecida de Corr Sairyi. Ela tem as memórias da jovem e trata Corr Sairyi como a filha fazia, chamando-o pelo primeiro nome. Ele a chama de Synn Tharra (que significa "aquela que renasceu"), que é o mais próximo ao nome de sua filha falecida, Cynthia. Assim estava formada a equipe, que depois veio a fazer parte dela o agufalgaviano H-Glorr. Que, por causa de suas asas negras, é considerado como o deus renascido de seu povo: H-Kok. Só que, durante uma batalha de honra, por causa de sua irmã e o marido terrano dela, ele termina perdendo as asas e recebe artificiais. H-Kik, irmão de H-Glorr é casada com o terrano Skill Hawkesley. Um casamento totalmente fora do padrão do povo de Agufalgav, que se dividem pela cor das asas: Brancas, são a classe hierárquica de Agufalgav, cinzas é a classe científica-administrativa, marrons são os líderes em combate e guerreiros, malhados são uma classe somente de servos e soldados e sem-asas é a classe inferior, vivendo no fundo das Cordilheiras de Aguflagav. Skill precisou conquistar a honra de ser marido de H-Kik, e para isso contou com a ajuda de seu mais antigo amigo, Corr Sairyi, e do irmão de H-Kik, H-Glorr.
Então, quando Skill e H-Kik voltam a Agufalgav para o nascimento de seus filhos gêmeos, um novo combate é convocado, e Skill, Corr Sairyi e H-Glorr participam novamente do mesmo lado, enquanto do outros estão os Asas Marrons, C-Tak, C-Rokk e C-Tekra, irmã de C-Tak e que já tivera um caso com Corr Sairyi. Durante a batalha, a intenção dos Asas Marrons é a morte de Skill, mas H-Glorr não permite isso, e é encurralado por C-Tak e C-Rokk, tendo duas asas extraidas pelo primeiro. Mesmo sem asas e um dos olhos,que perdera quando estava em queda, ele vence os dois e sofre uma cirurgia emergencial. As ordens de assassinar Skill haviam vindo do próprio líder de Agufalgav, o pai de H-Kik e H-Glorr, H-Klon. A perda das asas do filho fora horrível e seu arrependimento foi grande, mas seu sentimento de culpa aumentou quando um dos gêmeos nasceu sem asas. H-Glorr se torna membro do Galaxya, com suas asas cibernéticas de arkumittum, metal próprio de Agufalgav, leve, maleável e super-resistente.
Esta é mais ou menos a história de Galaxya, que em breve transformarei em romance. Só que não ficaria feliz se não tivesse um universo de super-heróis no futuro também.
Partindo da história de Galaxya, criei um outro uma Terra futurística. A Corporações Dévero ainda existe e agora é chefiada por Germana Dévero. Ela é um clone de Jacob Dévero, mas com a força e agilidade ampliadas, assim sendo ela também se torna Ávatar, uma vigilante que cuida da Terra, no futuro. A força de defesa do planeta foi vendida a empresas particulares. A CADETE (Comando de Ação Defensivo da Terra), substituto da CODEBRA, cuida de parte da guarda do planeta, tendo como membros os Guerreiros Alados, liderados por Skill Hawkesley, cujo o codinome é Sombra e a própria Ávatar, além do exército mundial, uma englobação de todas as forças armadas de cada país em uma só. A FTE (Força Terra-Espaço), comandada pela Pielberg-Greenberg Enterprises, sob a presidência de Stendart, comanda a força espacial do planeta e a polícia global, uma união de todas as forças policiais de cada país e suas divisões: civil e federal.
Ávatar é acusada de um assassinato e é caçada pelos Cavaleiros Negros, gurpo da FTE, liderados por Ross Croisman Azevedo, conhecido como Arcanjo Negro. Tanto Ávatar, quanto Arcanjo Negro tem postos militares, ele é major e ela coronel, mas nem por isso é impedido de caçá-la.
Mesmo sabendo que seu traje não resistiria, Ávatar se arrisca a entrar num túnel hiperespacial, indo parar bem próximo ao Galaxya, sendo socorrida por eles (coincidência... não! O Galaxya estava se dirigindo a Terra, quando esbarrou com ela no hiperespaço). Ficando sabendo do julgamento dela e da impossibilidade de ter sido a assassina, pois descobrem sua dupla identidade, Antares resolve defendê-la, e quando está para ser inocentada, graças ao testemunho de si mesma, como Germana Dévero. Um homem aparece, vestido como Ávatar, mas usando o nome de Amargeddon, na intenção de assasiná-la, na sua identidade civil, inocentando-a completamente.
Temendo por sua vida, Germana parte com o Galaxya, para ser treinada por eles, e junto vai Ross Croisman Azevedo.
Batalhando junto a Confederação para que a Terra conseguisse formar um grupo de guerreiros, Germana, como Ávatar participa da guerra civil de Volos VI e de Karrash II, onde Kotharynn sai do cargo de Supremo, passando ao seu irmão, Kyrhakynn.
Ela está com o grupo quando Antares assume ser o Confederado-mor, para salvar Synn Tharra do Conn Lekkioarod, um colecionador espacial, e até quando ele é preso por falsidade ideológica, sendo isolado por cinco krarrs (contagem de tempo baseado na estrela Krarr, onde habita Phaellans e Karrash II. 1 krarr = 10 anos da Terra).
Quando Antares retorna, Germana já está na Terra, pois precisou ir para posse do novo Secretário Geral do governo mundial da Terra. Ela retorna, como Ávatar, servindo de guarda, junto com seu novo grupo de guerreiras, as Valkírias, do Secretário-Geral. Agora Galaxya é a base da Confederação Galaxial e uma nova eleição para Confederado-mor será feita.
Ross também vem ao Galaxya com seus Cavaleiros Negros, mas somente para servir de guia, o que o aborrece. Um de seus guerreiros o manipula a agir contra Ávatar, dando a ela uma bebida hipnótica. Ele faz isso, induzido pela mesma bebida, só que somente as Valquírias são manipuladas e convecidas a tentar matar o Secretário-geral. Sendo detidas por sua líder, o plano e´desmascarado e o soldado de Ross é detido. Ele é convencido a migrar seu grupo de Cavaleiros Negros para a CADETE e, após a eleição do novo Confederado-mor, que é o Confederado da Terra, Douglas Cambasi, ele é chamado para treinar um grupo de guerreiros da própria Confederação, que até então era protegida por guerreiros de seu planetas-membro, que nem sempre estavam disponíveis. Germana consegue a permissão para voltar a Terra e formar seu grupo, e volta com seu filho, Jonas Dévero.
Quando Germana viveu no Galaxya, um fio de seu cabelo foi adquirido por Bavan Sheys. Este então começou a desenvolver um clone que misturava o DNA de Germana, com o DNA de phaellusiis, criando um embrião com fisionomia terrana, mas fisiologia phaellusi. Jonas se desenvoveu durante três krarrs, ficando com a aparente idade de dezesseis anos terrano. Junto ao DNA também existia parte do soro conhecido como "fonte da juventude", desenvolvido na Terra, mas melhorado por Corr Sairyi, em Phaellans, este soro tem a intenção de manter o corpo terrano "conservado" por mais tempo do que teria na Terra. Antes fora desenvolvido para viagens de longas distâncias, com o corpo em extase, hoje, com a fórmula de Corr Sairyi, o corpo tem um envelhecimento retardado durante séculos, tanto que o próprio criador do soro tem mais tempo de vida do que todos os habitantes da Terra e ainda parenta ter quarenta anos.
Jonas desenvolve habilidades fora do comum: velocidade, agilidade, força, audição, faro sensível, sentidos apurados (quase igual Jonas Jorman, e esta era minha idéia) e habilidades de dar longos saltos. Seu aprendizado foi rápido, tanto mentalmente quanto fisicamente. Antares o adotou, tirando das mãos de Bavan Sheys, que depois disso, foi mandado de volta a Confederação, mas ele não podia cuidar do rapaz, então o mandou para Terra, com Germana. Junto com ele veio uma nave esquematizada por Corr Sairyi e construida pelos gêmeos Glug e Blub e um traje especial feito pelo próprio Galaxya. Ao chegar na Terra, ele conhece a Toca, que serviu de habitação para Jonas, e lá está o computador de Inteligência Artificial Patriarca. Junto com Ávatar, Jonas procura pessoas na Terra para formar o primeiro grupo de Guerreiros da Terra. Enquanto ele viaja na região setentrional do planeta, Ávatar vai pela meridional. Eles então juntam os seguintes Guerreiros da Terra (além deles): Blindagem, estadunidense capaz de revestir todo o corpo com uma blindagem invencível; Multi (ou Delta), clone do prof. Anthony Hawk que possui todos os poderes dos antigos membros do Comando Delta; Felino, é o deus Phaellusi Phaellans, que surgiu na Terra e aqui vive; Garra e Pluma, são os gêmeos Hawkesley, que já estão com idade suficiente para se tornarem Guerreiros da Terra, Garra usa asas do mesmo estilo do tio H-Glorr; Gravitron, Claudini Terence Hawk sobreviveu durante os milênios, graças a capacidade de absorver poderes dos outros, assim absorveu do próprio primo e de Long, que é imortal; Long, o humano-dragão continua vivo e agora faz parte deste grupo; Incredible, uma professora do sécculo XXI, que ganhou poderes incríveis de seres do espaço e ficou em animação suspensa pelo governo estadunidense; Kaáci, entidade da natureza; Sagitário, meio homem-meio cavalo, o jovem grego permaneceu vivo, sem o mínimo de possibilidades; Tigra, filha da phaellusi Sth-nnie e do terrano Seteve Howard, ela tem dons incríveis de felino; Tuareg, beduíno com capacidade de manipular ventos; Tupã, deus indígena brasileiro; e Universal, afilha de Mário assume o posto de guerreira dos deuses. Este grupo, que com a volta de Arcanjo Negro como líder, tem o intuíto de proteger a Terra, tanto dentro quanto no espaço, ajudando as outras forças de combate: Cavaleiros Negros, Valquírias, Exército Mundial e a Polícia Global, todos agora sobre a supervisão do CADETE.
Eu gosto de misturar as coisas que escrevo com criações de super-heróis. Mas é assim que desenvolvo minhas histórias, as vezes misturando as coisas. Assim é também no meu mundo sobrenatural, o dos vampiros, mas isso será outra história a contar...

Nenhum comentário: